Nem royal, nem bebê, a cor Pantone 2020 é o azul clássico

Descrita pela consultoria americana como “o céu ao entardecer”, essa tonalidade de azul é simples, porém elegante. Além de moderna, a cor escolhida para ditar as tendências estéticas do início da nova década é um convite para o relaxamento e para a meditação. A intenção por trás da escolha, segundo as autoridades em cor da Pantone, é proporcionar às pessoas uma sensação de constância e confiança. Talvez os especialistas tenham sentido que há na sociedade como um todo uma necessidade latente por mais equilíbrio e serenidade.

Em meio a um mundo frenético e que não apresenta sinais próximos de desaceleração, não é uma má ideia “vestir” produtos e espaços com uma tonalidade de cor que ajude a acalmar nossas mentes. E que, consequentemente, ajude a diminuir nossos níveis de ansiedade e a aumentar os nossos níveis de concentração. O azul clássico tem tudo a ver com reflexão e resiliência. Outra característica relevante dessa cor é o fato de ela não fazer referências específicas a estações, nem à perspectiva de gênero, o que também a torna eclética e contemporânea.

As reações do público em relação à escolha da cor 2020 têm sido das mais adversas. Desde memes chamando o compositor da música “caneta azul, azul caneta” de visionário, até influenciadores digitais se declarando apaixonados pelo tom estável e atemporal, o anúncio da Pantone não passou despercebido. As redes sociais já estão inundadas de publicações cheias de dicas e sugestões para inspirar todos aqueles que estão interessados em decorar suas casas e espaços de lazer e trabalho com o azul clássico.

No universo da decoração e do design de interiores, o tom de azul escolhido para 2020 tem sido muito bem aceito e festejado por muitos profissionais da área devido a sua versatilidade. Combinado a tons de preto e branco e acessórios metálicos, o azul clássico garante um espaço luxuoso. Quando incorporado no mesmo ambiente que contém cores vivas, não destoa da proposta alegre e acentua o espírito divertido e lúdico. Pode proporcionar uma decoração afetiva, quando aplicado em azulejos ou em louças portuguesas, por exemplo. Assim como pode iluminar qualquer espaço, trazendo um foco de cor, seja em almofadas, vasos, tapetes ou em tantos outros acessórios.

Uma escolha recorrente entre muitos designers de interiores conceituados é usar o azul clássico como uma forma de causar impacto nos ambientes, normalmente, através de um único elemento de expressão. O impacto da cor pode vir na forma de um grande sofá de veludo no centro da sala de estar, ou de um grande balcão no meio de uma cozinha completamente branca, ou de uma única parede pintada no escritório. As chances de errar com essa tonalidade de azul são muito baixas, pois o azul clássico é, bem, um clássico.

Se conseguirmos incorporar a filosofia por trás da cor escolhida pela Pantone para ditar as tendências do nosso próximo ano, 2020 tem tudo para ser um sucesso. Um ano carregado de elegância e harmonia.

2019-12-15T20:45:01+00:00

About the Author:

Tlina Design

Leave A Comment